4 Perguntas para fazer na hora de comprar.

banner_cabide

Adoro flutuar por lojas de moda.  Amo o que faço e entrar em lojas, olhar araras, conhecer novas marcas faz parte do meu trabalho <3.  Por todas as lojas que passo escuto a mesma frase de pessoas aleatórias: “Fulano, tá bom?”. Fulano, no caso, pode ser a Mãe, o “Amor”, a Querida, a Amiga, a Vendedora e etc… Quem pergunta são pessoas normais, como eu já fui, como você (talvez), como qualquer um que na hora de comprar precisa de um conselho amigo, um apoio moral, uma confirmação de algo que elas sozinhas não conseguem decidir.

Roupa BOA é aquela que faz você feliz por muito tempo.

O fato é que TÁ BOM ou NÃO TÁ BOM pode ser simples e muito mais certo, se a pessoa que tá no provador responder sozinha 4 perguntinhas basicas. Guarde as questões abaixo na cabeça (ou no celular) e use sempre que sentir vontade de perguntar pra alguém “Tá bom? : )

#pergunta1 –  Essa roupa combina comigo? Ela tem a minha cara?

Olhe para a peça em seu corpo e sinta se você está realmente feliz, se você se identifica com ela.

#pergunta2 –  Eu consigo fazer pelo menos 3 looks diferentes com esta peça?

Quando a peça rende vários looks com o que você já tem no armário, é sinal de que você está no caminho certo. Agora, se combina só com “aquela” outra peça, esquece.

#pergunta3 – O valor desta peça se paga pelo quanto eu vou usar?

Mesmo quando a roupa é baratex, vale pensar se você vai usar pelo menos 2 estações (verão deste ano e do proximo, por exemplo). Geralmente a roupa barata nos leva a comprar sem pensar e com isso seu dinheiro vai embora sem perceber. A roupa de melhor qualidade custa mais, porém dura mais e geralmente traz um vinculo maior entre o dono e a roupa – você tem orgulho de ter, cuida e lembra que ela existe!

#pergunta4 – Eu preciso mesmo desta peça?

Acontece da gente gostar de uma coisa e comprar 550 iguais (ou com um botão de diferença). Calça jeans é um classico. Camisetas também. Pense o que você tem muito e o que falta ter. Na hora de comprar fuja das lojas que significam grandes tentações, onde você só vai comprar mais do mesmo.

 

Se você respondeu SIM para todas as perguntas, ótimo, pode comprar a roupa nova com tranquilidade. Caso contrario, repense. Revise as perguntas e na dúvida, não compre.

Este é um jeito simples de ser mais auto-suficiente dentro de uma loja. Quando a gente racionaliza, olha para dentro e responde por si mesmo, a garantia de estar fazendo uma boa compra (ou não) é muito maior.  E garanto do fundo do meu coração que nenhuma respsta, seja do seu melhor amigo, marido, filho, mãe, vai ser tão verdadeira para você quanto a sua própria resposta!

Se a dúvida persistir, procure a Mô (eu, no caso).  Juntas vamos traçar seu plano de estilo e você vai ganhar em segurança e felicidade de entrar em uma loja e saber exatamente como e porque comprar : )

Saiba mais sobre a Consultoria de Estilo aqui.

 

 

Continue Reading

Preto e branco com graça e personalidade.

banner_preto-branco

Vivo observando pelas ruas a quantidade de pessoas que usam preto e branco. Mais que isso, usam preto e branco porque é fácil, porque não erro. Ledo engano! A porcentagem das pessoas que estão bem vestidas em preto e branco é muito pequena. Simplesmente porque a combinação não favorece todos os biotipos, na maioria das vezes achata e fica ainda faltando alguma coisa que dê tempero ao look.

Entendendo o PRETO e o BRANCO.

Quando alguém opta por vestir Preto e Branco, está na verdade vestindo cores. Sim! As pessoas não percebem que não estão coordenando peças e sim coordenando cores. Por isso é importante saber o valor das cores escolhidas.

O preto é escuro e absolutamente fechado. Ele diminui visualmente as partes que cobre. O lado bom é que o preto pode ajudar a disfarçar o que você não quer evidenciar. A parte ruim é que, se você não se atentar a isso, pode estar escondendo exatamente o que deveria evidenciar!

O branco é a ausência de cores. Limpo, leve e claro ao extremo, ele evidencia a parte que cobre. Sendo assim, a mesma vantagem e desvantagem que citei do preto, vale para o branco.

Quando juntamos preto e branco, as cores dividem sua silhueta em 2 partes evidentes. Muitas vezes a pessoa usa o preto para esconder o que deve, e o branco para evidenciar o que não deve. Se a pessoa for baixa, soma-se a isso o efeito achatador. E por ultimo, falta interessância no look que cai na obviedade.

 

Mas não tem como fazer um look preto e branco legal? TEM SIM, CLAROOO!

 

Dicas para enriquecer e encher de graça o look preto e branco.

1 – Coordene com ESTAMPAS PB: você pode usar uma estampa para quebrar a monotonia ou misturar peças com estampas pretas e brancas. Vale estampas figurativas (bichos, laços, flores…) e grafismos (bolinhas, listras, xadrez) – escolha uma com desenhos mais amplos e uma mais miúda, para não brigarem entre si.

2 – Acrescente peças METALIZADAS: sapato, cinto, colar e até jaqueta, casaquinho ou blazer. O metalizado vai acrescentar um brilho, que dá aquele charme que falta ao PB.

3 – Acrescente PONTOS DE COR: acessórios ou peças coloridas quebram o PB e enriquecem. Pode ser a bolsa e um colar, um cardigan e o sapato, lenço e a bolsa. Tente colocar cores da mesma familia, cores vivas (vermelho e azul) ou cores escuras (vinho e marinho) ou neutras (verde militar e mostarda).

4 – Some TEXTURAS: na hora de escolher o preto e o branco, enriqueça o look misturando peças com texturas diferentes como brim e seda, couro e renda, algodão e paetê.   A mistura de tecidos trazem caimentos diferentes e acrescentam interessância.

As dicas acima podem ser usadas isoladas ou coordenadas. Tudo depende do seu estilo. Para ajudar com a questão do biotipo e do possível achatamento, anote a dica de ouro: marque sempre a cintura colocando a blusa para dentro ou prendendo parte da blusa na cintura e use a peça branca na parte do corpo que você prefere valorizar!

Agora é hora de treinar com suas peças em casa. Se quiser aprender mais sobre mistura de estampas, que também vale para a mistura PB, clique aqui. Se tiver dúvidas, mande suas perguntas, AMO responder e acrescentar mais sobre o tema para ajudar a todos ; ))))

 

Continue Reading

Up nas sobrancelhas em casa : )

Desenhe suas sobrancelhas em casa

Algumas pessoas me perguntaram recentemente o que eu fiz nas sobrancelhas.  A resposta é curta:  nada!  De fato eu não fiz nada definitivo, além de tirar periodicamente no salão como sempre e contornar em casa, com maquiagem.  Sei que existem excelentes soluções, como Sobrancelha Definitiva, ou Sobrancelha Fio a Fio, mas o fato é que sempre tive medo dessas coisas que a gente faz e tem que conviver com o resultado gostando ou não.  Na cara então, MORRO de medo!  E para acrescentar um ponto negativo nesta equação, sou loira e tenho a impressão que para o tom mais claro, a tal da sombrancelha definitiva é mais difícil de fazer e ficar bom.

Outro ponto a se pensar é a real necessidade de investimentos para fazer a sua sobrancelha ficar “perfeita”.  Sim, a sobrancelha é superimportante porque ressalta a expressão do rosto, a sua expressão, aquela que nasceu com você.  Enfim, espero que entendam que eu apoio todo processo que ajuda a elevar a sua alto-estima e segurança.  E questiono os excessos.  Defendo neste caso, uma solução mais natural, mais home made, que realça a “belezura que Deus te deu” sem inventar uma nova, que não é sua!  Pá!  Sacou?!

Quanto mais natural sua sobrancelha for, melhor.  Cuide, contorne, destaque a curvatura, mas não tente mudá-la!

O que eu aprendi a fazer não precisa de curso, nem de habilidades especiais.  Aprendi a preencher a sobrancelha em casa com sombra e pincel.  A solução é ótima, barata e sai com demaquilante.

Olha, “desculpa ai” se não estou contando uma super-novidade.  Sei que muitas mulheres já fazem isso há trocentos anos.  Mas como recebi perguntas e elogios, achei bacana compartilhar com aquelas que como eu, não são tão ninjas da make assim : )  kkkkk

 

Algumas verdades que eu aprendi sobre sobrancelhas:

1 – Não caia no desejo de tirar muito suas sobrancelhas, porque elas param de nascer com o tempo e você pode se arrepender!  Por isso que têm tantas velhinhas com sobrancelhas desenhadas no lápis.  Elas tiraram TANTO a vida toda, que acaba.  Tire só o excesso para dar aquela desenhadinha básica.

2 – Tire aquela pinça que você deixa no carro para “limpar” a sobrancelha no farol!!!  rs  Um monte de mulher faz isso (eu fazia).  Isso é um vicio louco e só vai levar você a depenar suas sobrancelhas lindas.  E ainda bater o carro.

3 – Existem produtos de maquiagem especiais para a sobrancelhas, mas se você tiver uma sombra no tom certo, não precisa gastar dinheiro com isso.

4 – Tenha um bom pincel.  O mais recomendado é o chatinho e angulado, mas você tem que ver o que funciona melhor pra você.  Eu uso dois:  o chatinho reto quando quero um resultado mais design e o roliço curto quando quero resultado mais natural.

5 – Sobrancelha fininha não é mais tendência (graças a Deus).  Deixe suas sobrancelhas mais marcadas e cheias, você vai ficar mais expressiva, mais natural e de quebra, mais na moda! rs

6 – Por ultimo, também dá certo com lápis!  Ache um lápis no tom certo, contorne e depois passe o dedo de leve, para deixar mais natural.

Uso o pincel chatinho para contornar e desenhar.  O roliço eu uso para preencher.  Quando quero fazer rapidinho e deixar mais natural, uso só o roliço : )

pinceis

 

Eu faço assim:

• Periodicamente tiro os excessos no salão, com profissional de confiança.

• Tenha uma sombra ou pigmento para sobrancelha no tom dos seus fios.  E um pincel chatinho e/ou roliço.

IMG_0651

• Comece pela parte mais grossa, desenhando a base no centro do rosto, preenchendo os espaços dos seus pelos.  Minhas sobrancelhas,  por exemplo, são mais separadas do que eu gostaria.  Então eu aumento com o pincel, pigmentando no lugar onde quero que ela comece.

• Com o pincel chato reforce o contorno e a angulação de acordo com a sua preferência.  Depois, passe o dedo de levinho para dar uma esfumada e deixar o resultado mais natural.

• Pronto!  Só não vale esquecer e coçar durante o dia.  Sai tudo, hein.

 

 

 

 

Continue Reading

O jeans está mudando, você já reparou?

Mom-Jeans

Jeans é jeans. Básico, universal, confortável ou não, capaz de transmitir esportividade, conforto e/ou elegância – depende das coordenações que você cria com ele. A moda é voraz, se renova a cada 3 meses, mas para o jeans já faz tempo que reina o reto (menos) e o skinny (mais). Finalmente os tempos estão mudando e trazem novos ares para o jeans. Algumas novidades são tendências, daquelas que vão passar e vale seguir se for aderente ao seu estilo. Outras são mais perenes e são elas que acredito que vale a pena reparar e pelo menos tentar absorver: o novo corte.

MOM-JEANS-Photo-2

O novo jeans é mais largo, menos grudado no corpo, tem cintura mais alta. Uma evolução do que a gente já aprendeu a chamar de boyfriend.

Junto com a mudança vem uma variação do estilo, em versões para usos diferentes. Então segura aí:

 

Cintura mais alta.

Eu gosto bastante deste detalhe. A cintura mais alta já voltou há um tempo, usado mais por quem tem um estilo mais moderno, mas está dominando o pedaço de verdade! Duas vantagens que eu amo: 1 – a cintura baixa é ótima para as magrinhas, já para o corpo mais arrendondado, revela o “pneuzinho” e com o tempo destroe o contorno do corpo (juro). Quem usa jeans quase todo dia, acaba com o corpo marcado.   A cintura alta não aperta o “pneuzinho” e ajuda a manter o contorno.   2 – Marcar a cintura, mesmo para quem não tem cinturinha, é um recurso que traz feminilidade e alonga o corpo. Sim, a cintura alta faz com que visualmente seu quadril e pernas fiquem mais longos, ao passo que a cintura baixa alonga o torax e encurta as pernas. Pra quem já tem pernas curtas, é pior ainda.

 

Corte mais largo.

O corte mais largo é muito parecido com o boyfriend que conhecemos, tem as pernas com uma folga em relação ao corpo e descem acompanhando o corpo. Ela não é reta, entendem? Ela é folgadinha na coxa e folgadinha na panturrilha (uma skinny mais larga, pense assim). Este detalhe me pareceu incrivel! Sinceramente não aguento mais aquele jeans justo que invade até a intimidade. Também tem versoes mais retas, com boca mais larga, aí é variação. Vai de gosto e biotipo.

 

Canelinha de fora.

O corte é mais curto como a skinny.   Ou ele acaba bem no ossinho da canela, ou é mais comprido para você dobrar. Também tem a versão pescador de siri (kkkkk) que para o calor é bacana. Mas aquela calça jeans “pra todas as horas” acaba na canela.

Um plus a mais adicional.

A dobra da calça. Quem gosta de estar superantenada com a moda, precisa saber que a dobra da barra no momento não é mais fina (3 dedos), é bem larga, uns 20 cm.

 

Franjas. Elas voltaram e são beeeeem compridas, informação também para as modernas de plantão.

Patchs e bordados.  Tá rolando uma onda de jeans (calças, jaquetas, camisas) com patchs grudados e a evolução são os bordados. Lembro que usei muito calça bordada em 2000. Enfim, é bonito. Vale investir se você curte acompanhar a moda ou acredita que vai usar por mais tempo. Afinal, dane-se a moda. Se você gostou, escolha uma menos “datada” e use por mais tempo.

O que eu faço com a minha skinny?

A principio nada, ué. Se você gosta, continue a nadar, continue a nadar… Meu papel aqui é informar e principalmente trazer aquilo que acredito que seja construtivo para a sua moda. Realmente acredito que a mudança do jeans é um fato quase consumado e que vale a pena parar para entender, pelos pontos que citei em cima. Beleza? <3

Espero que as informações acrescentem para sua vida e se fizer diferença eu vou ficar mais feliz ainda. Se gostou muito ou não, deixe seu comentário aqui. É importante saber o que você tá achando, ta?  Se tiver duvidas também, deixe nos comentário que eu respondo e todo mundo pode aproveitar.

E por ultimo, se quiser ajuda para escolher esse novo jeans, chame a Mô que eu vou cantarolante, contribuir para uma compra consciente e realmente útil.  Aqui o link para os serviços de Consultoria de Estilo e o de Personal Shopper.  bjs

 

 

Continue Reading

Como fazer mala de viagem inteligente. Sem excessos!

mala

Viagem é coisa boa, motivo de empolgação. Se você se aborrece só de pensar que tem que arrumar a mala, alguma coisa ta errada.  É possível fazer a mala para qualquer viagem de um jeito pratico, com peças que rendem muitos looks e sem pesar 250 kilos.

Passo a passo da mala inteligente

1 – Pesquise sobre o destino e sobre a temperatura da época que você vai viajar.

2 – Relacione as ocasiões especiais que estão previstas para a viagem (se houver) e separe os trajes para estas ocasiões. Ex.: almoço de noivado, jantar de negócios e etc…

3 – Agora é hora da conta: o número de dias de viagem = o número de peças inferiores. Para cada peça de baixo você deve separar 2 peças de cima – pensando em opções relax, arrumadinhas e mais elegantes.

4 – Escolha 3 ou 4 cores coordenáveis para a sua mala. Ex.: marrom, palha, rosa e marinho.

5 – Pronto, agora é hora de separar os itens levando em consideração a conta e as cores definidas acima.

6 – Sapatos são pesados. Vai depender muito do estilo da viagem (aventura, relax, praia, cidade…). Escolha os mais versáteis, que vão com tudo e leve um de cada estilo no máximo: uma bota, um tênis, uma sapatilha e um chinelo. A bota já deve ir no pé, para liberar espaço na mala.

 

Na hora de fazer a mala

  • Coloque as peças mais pesadas no fundo. Sapatos, casacos que não amassam e etc. Depois as camisetas e peças informais que podem ir em rolinhos e por ultimo as camisas, calças finas e vestidos.
  • Dobre o menos possível as peças que amassam. Use o tamanho todo da mala para esticar a peça e dobre o que sobrar.
  • Use espaço dentro de sapatos para guardar cremes, bijous, lenços, cintos. Não vai pegar cheiro nas suas coisas, fique tranquila.

 

Dicas de OURO : )

As peças que viajam com a gente têm ser aquelas que a gente AMA e já sabe que funciona bem.  Sabe aquela peça diferente que você nunca usa?  Esqueça dela para a sua viagem, se ela não se acerta com ela no dia a dia, não vai se entender com ela em Abu Dhabi.

Leve sempre um biquini mesmo que você vá para a montanha. Não custa nadinha!

Leve sempre um vestido arrumado e um sapato confortável que coordene mesmo que não tenha nada programado. Quem avisa amigo é.

Leve sempre um casaquinho, mesmo que você vá para o Deserto do Saara. Quem disse que no hotel de lá não faz um frio do Alasca?!

Escolha bijous e lenços legais que façam a diferença nos looks.

Experimente tudo antes para garantir que as coordenações funcionam para momentos diferentes do dia.

 

Prontinho!  Se você for viajar de avião para destinos distantes vale acrescentar hidratante, protetor labial, colírio e escovas de dente e cabelo.  E voi lá!  Boa viagem : )

 

  • Foto de Oleg Oprisco
Continue Reading

Minha 1ª semana de Roupateca. Veja como foi.

Blusa da Giuliana Ronano disponível na Roupateca

Há uma semana fiz um post sobre a Roupateca, o 1º Guarda-Roupa Compartilhado de SP. Se você não viu, demorou, clica aqui. Resumindo, fiz uma assinatura de R$200/mês, onde posso retirar 3 peças por vez e trocar quantas vezes quiser. E estou aqui para contar como foram estes primeiros dias.

Logo que fiz a assinatura peguei: 1 Calça da A.Farra estampada, uma Camisa da Adriana Barra estampada e um Kimono preto e branco super versátil.

A calça foi paixão a primeira vista, amei a estampa e como tinha certo bloqueio para calças estampadas, peguei exatamente para tirar a trava. Com a calca eu devo ter feito uns 3 looks diferentes – nem queria devolver! Kkkk A camisa eu usei 2 vezes. O Kimono eu usei no fim de semana e depois troquei por uma blusa mostarda para ir numa exposição, a SP Art.

Impressões da 1ª semana de assinatura Roupateca:

  • Gostei de ter peças “novas” no guarda-roupa.
  • Gostei mais ainda da ideia de saber que na semana que vem terei outras peças “novas” para usar.
  • A ida até lá funciona como um refresco no meu dia. Trabalho perto, o que ajuda bastante.
  • Dentro da ideia de comprar menos, a Roupateca me alimenta, trazendo novidades sem que eu tenha que gastar mais do que já destinei para isso.

Acabei de trocar as 3 peças destas fotos por outras 3! Peguei outra calça estampada, um vestido (lindo) e uma blusa estampadinha.  Acompanhe no instagram (eu sempre identifico quais são da Roupateca). Terça-feira que vem tem outro resumão da semana aqui no site pra vocês : ))))))

Quem quiser conhecer, a Roupateca é parte da House of Bubbles e fica em Pinheiros, na Rua Virgílio de Carvalho Pinto, 61.

Continue Reading

Look monocromático emagrece. Quer saber mais?

2016-03-21 12.17.41

Se tem uma coisa que eu escuto TODA HORA é “assim que eu emagrecer contrato você”. Ok, sei que muitas pessoas, mulheres e homens, querem emagrecer, mas o que as pessoas não sabem é que existem muitos recursos visuais na hora da composição da roupa que ALONGA a silhoueta e com isso EMAGRECE. Claro que a Consultoria de Estilo não vai reduzir o peso na balança e que isso é importante para sua saúde. A Consultoria de Estilo vai ajudar você a escolher as roupas certas e evitar aquelas que podem estar “engordando” você visualmente. Além de ensinar alguns truques que colaboram para uma aparência mais longilínea e fina, sim!!!! O resultado é uma pessoa mais feliz com o espelho e mais tranquila para acertar a mão da dieta e dos exercícios no tempo certo.

Uma coisa não anula a outra, mas ajuda muito!

Conhecer os truques que emagrecem e alongam o visual não substitui o emagrecimento, mas contribui. Você pode estar se sentindo mais gorda, ou larga, ou baixa do que realmente é porque está fazendo as escolhas erradas. Aqui você vai encontrar várias dicas para ajudar e claro que não dá para por em pratica TODAS DE UMA VEZ. Use o bom senso na hora de coordenar escolhendo o truque que vai ajudar mais naquele momento, ok? Então vamos lá:

 

Truques universais que servem para todo mundo.

1 – Look monocromático. Escolha peças da mesma cor ou de variações da mesma cor. Este é um recurso infalível!

2 – Linhas verticais. Não confunda linhas com listras, ok? Linhas verticais são elementos como uma fileira de botões, uma estampa comprida na vertical, um lenço comprido com as pontas soltas e até as famosas listras verticais. Tudo que cria uma linha de cima para baixo alonga a silhoueta.

3 – Use uma terceira peça aberta que pode ser colete, camisa aberta, blazer, cardigã… O vão que se forma na frente com a peça aberta cria uma nova silhoueta menor que a real. De preferencia para peças neutras e mais escuras que as que ficam por baixo.

4 – Blusas Decote V ou recortes transversais. O decote em V e as peças com recortes transversais e triangulados que apontam para baixo ajudam a alongar a silhoueta.

5 – Colares longos que apontam para baixo ou caem sobre o colo dão aquela alongada desejada : )

6 – Mostre o pescoço, os punhos, os tornozelos. Procure não se blindar, escondendo toda a pele do corpo. Se a gola for alta use um sapato com gáspea baixa, se estiver de bota arregace as mangas ou use um decote… As extremidades do seu corpo são finas e ajudam a gente a parecer mais magras.

7 – Acinture-se! Cintura no lugar ou levemente mais para cima alonga as pernas e faz parecer mais magra.

8 – Tudo que é mais reto e menos redondo. Escolha estampas e decotes sempre mais retos se você quer parecer mais fina. O redondo, arredonda o olhar. E o reto, afina.

9 – O salto sempre alonga e consequentemente emagrece.

 

Dicas por biotipo.

Quem tem pernas curtas: escolha blusas que acabam na cintura e calças ou saias compridas até a altura do tornozelo.

Quem tem quadril largo: caimento nem justo nem largo demais. Tudo que é muito justo, marca o corpo e o que é muito largo, faz parecer maior do que é. Não se engane, escolha peças que acompanha sua silhoueta sem exageros nem pra mais, nem pra menos.

Quem tem perna grossa: use saias e bermudas na altura do joelho, evite a altura da coxa que evidencia justamente o que queremos disfarçar.

Quem tem braços grossos: evite as regatas ou blusas muito curtas. Prefira as mangas que cobrem a parte mais cheia do braço.

Acessórios bacanas na linha do rosto. Um belo par de brincos, um colarzão, um lenço charmoso no pescoço, acessórios na cabeça ou na linha do rosto desviam o olhar da parte de baixo para quem encana com quadril ou coxa)

 

 

Imagens: pinterest e Taneshaawasthi

Continue Reading

Hoje não tô nem aí pra minha Palheta de Coloração Pessoal!

Palhetas de Cores

Hoje acordei a fim de usar preto. O dia estava cinza e chuvoso e eu não estava a fins de sair colorida. Minha cartela de coloração pessoal não tem preto!!!! Óóóóóó, não tem?  Não, não tem! O que eu fiz?  Coloquei a roupa preta e sai rebolando! Ahahahahhah : )

Bom, este post é sobre “analise de coloração pessoal”. Aquele serviço (que ofereço aqui) que identifica um grupo de cores que fica melhor em você. Ficar melhor quer dizer que as cores selecionadas vão valorizar seu tom de pele, olhos e cabelos, trazer jovialidade e realçar a sua boniteza. As cores da cartela servem principalmente para usar nas peças que emolduram seu rosto (blusas, echarpes, brincos e até maquiagem).

Sabe quando você coloca uma roupa e todo mundo diz “Nossa, você ficou LINDA com esta cor!”. Provavelmente esta peça de roupa que você usou está entre as cores da sua palheta e por isso saltam aos olhos de que te vê.

Mas saber qual é a sua Palheta de Cores tem vantagens que eu realmente considero incríveis! Olha só:CARTELINHAS_DIGITAL

Quais as vantagens de fazer a sua Análise de Coloração Pessoal:

1 – Você poderá escutar todos os dias o famoso e desejado “Como você está linda com esta cor!” rs

2 – Você vai saber quais cores de roupa priorizar na hora de comprar.

3 – Por saber o que comprar você já vai eliminar uma série de outras peças da loja, o que facilita o seu processo de escolha.

4 –Quando você quiser usar uma cor que não está na sua palheta poderá compensar com alguns macetes que você vai aprender comigo ; )

5 – Quando quiser mandar as cores da cartela “a merda”, você vai mandar com plena consciência e segurança, como eu fiz hoje.

 

Quer saber mais sobre como é o serviço de Análise de Coloração Pessoal? Acessa aqui ó http://chameamo.com.br/mais/

Continue Reading

Estampas! Aprenda a usar tudo junto e misturado

mix estampas

Mix de estampas é um recurso delícia de usar o dia a dia. Tem gente que curte muito, tem quem não goste de se ver estampado e tem quem tenha medo ou um monte de dúvidas. Pra quem tem dúvidas e gosta é este post. Se você não sabe se gosta, vale ler, vai que muda de ideia e abre um novo universo a ser explorado!

 

O que vale saber sobre mix de estampas.

Existem várias formas para misturar estampas e se você conhecer um pouco destas modalidades, vai descobrir um moooonte de looks lá no seu guarda-roupa nunca antes usados. Algumas peças que nunca saíram juntas, vão virar melhores amigas : )

 

A sacada Principal

A primeira coisa que você tem que ver na hora de misturar estampas:   coloque as duas peças juntas e veja se uma delas se sobressai, salta mais aos olhos. Se as duas tiverem o mesmo peso e embaralharem o seu olhar, é menos recomendável. Tem quem goste mesmo assim, mas este é o caso de quem já é NINJA no assunto e segura tudo. Se você é iniciante, certifique-se que uma das estampas está sobressaindo e brilhando mais!

 

Como misturar em 4 lições:

1 – Repetição de Cores. Este é o mais fácil. Escolha peças com estampas diferentes e mesmo código cromático. Preto e branco por exemplo. Pode ser uma calça de zebra com uma blusa de bolinhas.

2 – Repetição de Estampas. Blusa de bolinha, com calça de bolona. Blusa xadrezinha com calça xadrezona. Neste caso vale checar se as cores conversam entre si e ter certeza que uma delas está sobressaindo mais que a outra.

3 – Mix de Temas. O tema é o tipo de estampa da roupa. Passarinhos, xadrez, listrado, cada um é um tema. Então você pode misturar temas: blusa de passarinhos com saia de borboletas. Blusa de bolas com calça xadrez. Coordenar as cores e checar qual se sobressai é importante.

4 – Tudo Neutro ou Tudo Colorido:  Aqui você vai usar cores diferentes mas com o mesmo peso visual. Uma blusa bege de listrinhas brancas com uma calça risca de giz mostarda faz um look monocromático claro. Uma preta de corujinhas cinza com uma calça preta xadrez com cinza faz um mix de estampas escuro.

Viu como é fácil? Você pode brincar de misturar estampas entre peças essenciais (saia e blusa) ou entre peças e acessórios (blusa e lenço no pescoço). Comece a explorar esta possibilidade que é um verdadeiro multiplicador de guarda-roupa! Vai por mim.

 

Mix de estampas é para qualquer estilo?

Bom, quem é super minimalista não vai gostar de andar todo estampado. Mas mesmo assim existe a possibilidade de explorar o miz de neutros e monocromáticos que são os mais elegantes e com menos informação visual. Então, avalie-se em frente ao espelho como você está se sentindo. Se o resultado for um sorriso, pode calçar o sapatinho e sair rebolando : )

Continue Reading

Entenda melhor o que é A,MÔ

IMG_1745

Um olhar. É a partir de um contato visual que qualquer relação começa, seja ela profissional e pessoal. A roupa que você veste não é a coisa mais importante do mundo. Não é mesmo. Mas ela cobre, enfeita e representa você. Sim, sua roupa te representa!

Este espaço, este serviço, é feito para pessoas que querem parar um pouquinho

Continue Reading