Festa do Cabide! Afinal, o que dobra e o que pendura?

No mundo da organização, pendurar ou dobrar muda tudo. Muda o quanto o seu espaço vai ser bem aproveitado e muda o quanto a sua peça vai durar. Explico: pense que a sua roupa no cabide é como você sentado em uma cadeira. Se a cadeira for desconfortável você vai começar a ficar incomodado.   Se o encosto ou o assento não for legal, vai machucar e provavelmente vai marcar sua pele. Com a roupa acontece a mesma coisa. Só que ela pode ficar lá, “sentada naquela cadeira desconfortável” por 1 mês. O inevitável vai acontecer: o tecido vai ficar cansado, as fibras vão começar a esticar, ceder, o lugar onde a ponta do cabide está pegando vai fazer uma marca e muitas vezes aquela roupa que você pagou caro e que tinha um corte incrível, vai ficar torta. Por isso, pendurar e dobrar é sim um assunto de SUMA IMPORTANCIA : )

 

Comece observando o tecido.

 Antes de decidir como guardar a sua peça, observe o tecido que ela é feita.

  • Peças de tecido plano e fibra natural vão para o cabide porque amassam fácil. São peças de crepe, seda, linho, algodão, tricoline.
  • Viscose é tecido misto (tem um pouco de elastano) mas também amassa e é bom pendurar com carinho.
  • Peças de tecido sintético e com elastano devem ser dobradas e acomodadas em prateleiras ou até enroladas em gavetas. Se forem penduradas elas podem ficar defeituosas ou esgarçadas por conta do vicio que a marca do cabide cria e do próprio peso do tecido – ela vai cansando, esticando e fica torta. São peças em malha, lã, lycra, malha fria e polyester.
  • Todas as peças em couro precisam ser penduradas para não marcar nas dobras e não mofar.

 

O que colocar no cabide, peça por peça.

  • Camisas e Blusas em geral vão em cabides tradicionais, com pelo menos 3 botões fechados a partir do colarinho.
  • Tomara-que-caia e regatas de alças muito finas podem ser acomodadas nos cabides com ajuda das presilhas.
  • Calças em seda, linho, alfaiataria em geral ficam melhores em cabides com presilha. Elas podem ser penduradas dobradas ao meio, mas se forem muito finas podem marcar na dobra.
  • Calças Jeans podem ser penduradas dobradas ao meio (elas também podem ser colocadas em prateleiras para quem não tem muito espaço de cabide).
  • Saias e bermudas em tecido plano vão penduradas em cabides com presilhas.
  • Blazers e Casacos vão em cabides com ombreiras para não danificar/viciar o corte dos ombros.
  • Vestidos devem ser pendurados e o modelo do cabide depende do modelo do vestido. Segue a regra das blusas.

Em lojas especializadas de cabides é possível comprar presilhas e ombreiras a parte e adapta-las aos cabides!

O ideal é uma peça por cabide para que nada fique escondido, amassado ou sofrendo de sufocamento pela peça de cima ; )

 

O que dobrar? Todo o resto!

Tudo que for de tricô, linha, malha, de lycra ou com lycra vai dobrada em gavetas ou prateleiras.

Lingeries e meias ficam melhores em gavetas. Lembre de não amassar os bojos dos soutiens para não danificar!  Biquinis e todo o arsenal de praia, dobra.  Peças de academia também ficam bem em gavetas. As calcas e shorts podem ser enroladas ou dobradas em pacotinho.  Peças em jeans, shorts, bermudas, saias e calças podem ser dobradas se não tiver espaço do cabideiro.  As camisetas devem ser dobradas com carinho e podem ser colocadas em prateleiras ou gavetas.

Existem várias formas de organizar uma gaveta e de dobrar peças como camisetas.  Mas este é assunto para outro post, porque tem bastante conteúdo pra contar pra vocês.  Vamos deixar pra outro dia, ta?

 

O importante é cuidar com carinho das suas roupas.  

A atenção que você dedicar a elas, cuidando, dobrando ou pendurando com cuidado vai contribuir com a durabilidade.  Quem sai ganhando é você, que vai desfrutar da sua roupa linda por mais tempo!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *