Abrir a porta do Guarda-Roupa para se achar. Nunca mais para se perder.

01

Tem dia que parece que o guarda-roupa vai te engolir. Tem dia que parece que vai te cuspir. Esse tipo de drama que rola com o GR tá mais pra uma DR sem fim. Tem tantas, mas tantas minhocas na cabeça da gente que pode provocar essas cenas cotidianas de desentendimento com um grande caixote de madeira cheio de tecidos cortados e costurados. Pensa bem, tem coisas mais importantes na vida para se preocupar, não é?

Mas péra lá, então a roupa não é importante? É, é sim. Ela nos cobre, nos enfeita, nos representa e o melhor, é que ela faça isso bem feito. Simplesmente porque a roupa está a nosso serviço e não o contrário. Exatamente por isso que ela não deveria ser um motivo de chateação.

Muitas roupas socadas no armário, esquizofrenia de estilos, cortes que não valorizam seu corpo, peças guardadas que nem cabe mais, dificuldade de montar looks diferentes com as mesmas peças, cabeça muito ligada a moda e pouco ligada em si mesmo. Estes são alguns motivos simples e comuns que vejo acontecer por aí.

Querer resolver é o primeiro passo. Depois, é abrir o tal guarda-roupa e encarar de frente cada coisinha que está la dentro:

  • Isso me serve?
  • Isso cai bem em mim?
  • Eu me sinto bem com esta roupa?
  • Consigo usar esta peça com outras peças do GR?
  • Há quanto tempo não uso esta roupa?
  • Ela está em bom estado?

Respondendo estas perguntas básicas para cada uma das peças, com sinceridade, sem apego ou picuinha, com paciência e verdade, você vai conseguir tirar da frente o que atrapalha e descobrir o que realmente gosta. Separe as roupas que saem por pilhas:

  • Doaçao
  • Lavanderia (roupas sujas/guardadas há muito tempo)
  • Costureira (para ajustes, barra ou pequenos consertos)
  • Caixa de Memória (peças que você não usa mais mas quer guardar)

Experimente fazer isso em um dia calmo. Faça com amor. É o primeiro passo para a renovação desta relação entre você e seu guarda-roupa. E dias melhores virão! Você vai ver : )

Você vai gostar destes também : )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *